Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Inglês para crianças

Inglês para crianças: como os pequenos aprendem o novo idioma?

As crianças aprendem tudo de maneira muito espontânea, por meio de brincadeiras e sem recriminações. Por isso, o inglês para crianças é cada vez mais procurado por pais que desejam dar a seus filhos fluência em uma segunda língua.

Com o intuito de falar mais sobre esse assunto, vamos explicar como as crianças aprendem essa língua estrangeira, os motivos que justificam a inclusão do inglês na educação infantil e os benefícios do bilinguismo na infância. Confira!

Inglês para crianças: aprendendo uma segunda língua brincando

Mas, afinal, por que aprender inglês desde pequeno é tão importante? Apesar de ainda ser muito incipiente, o cenário do bilinguismo no Brasil começa a dar sinais de melhora.

Isso porque a necessidade de formar cidadãos à altura dos desafios do mundo globalizado se impõe cada vez mais. Mas esse não é o único motivo que justifica o aprendizado do inglês desde cedo.

Esse aprendizado também é indicado pelo fato de as crianças não precisarem fazer muito esforço para aprender um novo idioma.

Ao contrário dos adultos, elas podem fixar melhor o aprendizado, embora não consigam compreender as regras ortográficas e sintáticas do idioma.

“Essa facilidade é ainda maior durante a primeira infância. Até os 3 anos de idade, o cérebro constrói sinapses em um número muito maior, o que acelera o aprendizado de um idioma.”

Ademais, as crianças aprendem através de brincadeiras, sem se preocuparem com erros ou com o tempo necessário à aquisição da competência comunicativa.

Com isso, queremos dizer que o processo de aprendizagem das crianças ocorre de maneira natural, espontânea e prazerosa, como uma consequência da curiosidade característica da infância.

Evidentemente, essa aprendizagem só é possível em um ambiente imersivo, que possa expor os pequenos aos estímulos adequados à aquisição da língua.

Um estudo de caso desenvolvido no Colégio Universitário de Londres, sob coordenação da Dra. Eleanore Hargreaves, demonstrou o papel central do lúdico no aprendizado de idiomas na infância.

Essa pesquisa corrobora a ideia de que crianças aprendem melhor a partir de jogos, brincadeiras, imagens, músicas e estímulos audiovisuais.

Benefícios do inglês para crianças

Para que a importância do bilinguismo na infância fique ainda mais clara, vamos indicar os vários benefícios que o aprendizado do inglês para crianças pode trazer.

Crianças aprendem inglês sem sotaque

Até os 7 anos de idade, as crianças têm uma maior capacidade de captar os fonemas e sons das palavras. Ao imitar a fala dos professores, os pequenos tendem a desenvolver uma pronúncia sem sotaque, muito mais natural.

Aprendizado flui mais naturalmente

Quando a aula de inglês é adaptada de maneira a respeitar o desenvolvimento cognitivo das crianças, a tendência é que elas aprendam a nova língua de maneira tão natural quanto o idioma materno.

Melhoria da atenção e da memória

O bilinguismo na infância também traz benefícios à memória e à atenção das crianças, o que tende a refletir positivamente no desenvolvimento cognitivo e nos resultados do aprendizado em outras disciplinas.

Aperfeiçoa a função executiva do cérebro

“De acordo com uma pesquisa realizada na Universidade de Nova York, as crianças bilíngues solucionam problemas lógicos com mais facilidade e rapidez, além de serem mais hábeis na condução de várias tarefas ao mesmo tempo.”

Inglês para crianças facilita o aprendizado

Uma criança que fala e lê em inglês consegue acessar um número muito maior de conteúdos culturais, estando também apta a trocar experiências com pessoas de outras partes do mundo.

Prepara para a vida adulta

Evidentemente, um adulto que fala um inglês nativo (ou quase) possui uma grande vantagem no mercado de trabalho. Isso significa dizer que a língua inglesa na educação infantil também prepara para os desafios da vida adulta.

Como deve ser ensinado o inglês para crianças?

Existem alguns aspectos que não podem ser deixados de lado quando o assunto é o inglês para crianças. Afinal, como estimulá-las a aprender um novo idioma? Veja algumas maneiras de fazer isso logo abaixo.

Jogos eletrônicos

Os games são uma excelente ferramenta para ensinar inglês às crianças. Isso porque os desafios sugeridos por esses jogos exigem que os pequenos se esforcem por interpretar as orientações que são passadas ao longo das partidas.

Desenhos animados

Existem alguns desenhos animados que ensinam inglês para crianças. Isso porque essas produções são muito intuitivas, além de apresentarem a sintaxe e a pronúncia do idioma de uma maneira muito atrativa.

Gibis e livros ilustrados

A leitura é fundamental para o aprendizado de um idioma. Uma forma de fazer com que as crianças leiam em inglês é oferecer a elas gibis e livros ilustrados. Por meio desses itens, ela poderá fazer analogias entre as imagens e o vocabulário.

Músicas

Por meio das músicas, as crianças podem aprender vocabulário e pronúncia ao mesmo tempo. Através delas, os pequenos podem aprender as partes do corpo, os nomes dos animais e muito mais, enquanto cantam e dançam.

Brincadeiras

Brincadeiras tradicionais também podem ser usadas em uma aula de inglês para crianças. Por exemplo, o jogo da forca é uma forma divertida de enriquecer o vocabulário. As crianças também podem aprender a contar pulando corda.

Como as crianças aprendem o inglês?

Não podemos deixar de falar sobre as competências que podem ser desenvolvidas em cada idade, a partir dos 6 anos. Confira abaixo!

6 anos de idade

A partir dos 6 anos, as crianças já conseguem contar em inglês, usar alguns verbos em orações simples e aprender as letras do alfabeto com seus respectivos fonemas.

Nessa idade, também é possível ensinar os advérbios de tempo, mostrando a aplicação de palavras como “tomorrow” e “yesterday”.

7 anos de idade

Aos 7 anos, as crianças já conseguem utilizar os pronomes em inglês com certa facilidade, além de fazer perguntas utilizando palavras como “where”, “why” e “what”.

A soletração das crianças de 7 anos também é mais desenvolta. Ademais, nessa idade, os pequenos compreendem mais facilmente o inglês falado.

8 anos de idade

Crianças com 8 anos de idade são capazes de elaborar e compreender orações mais complexas, o que tende a tornar o entendimento dos textos e áudios mais fácil.

Nessa faixa etária, as crianças também já são capazes de criar textos simples falando sobre si mesmas e de utilizar de maneira correta todos os pronomes.

Qual a melhor idade para as crianças entrarem em um curso de inglês infantil?

Mas, afinal, a partir de qual idade uma criança pode começar a frequentar um curso de inglês infantil?

Conforme já mencionamos, as crianças podem ser estimuladas ao aprendizado da língua inglesa desde a primeira infância.

Contudo, uma pesquisa conduzida no Massachussets Institute of Technology (MIT) aponta que a melhor idade para o aprendizado desse e de qualquer outro idioma é em torno dos 10 anos.

Nessa idade, as crianças já conseguem usar de maneira correta e mais consciente os pronomes, construir orações mais complexas e ler textos com mais facilidade.

Além disso, elas conseguem identificar mais facilmente as diferenças e semelhanças entre o inglês e seu idioma materno e pronunciar as palavras atentando para os fonemas de cada letra.

Ainda de acordo com o estudo realizado no MIT, a maior propensão ao aprendizado de uma língua estrangeira se mantém até os 18 anos de idade.

A partir dessa idade, a tendência é que aspectos sociais e fisiológicos interfiram de maneira mais decisiva no aprendizado de idiomas, o que dificultaria a apreensão da competência comunicativa.

Embora essa pesquisa aponte 10 anos como a idade ideal para o aprendizado do inglês temos que fazer uma ressalva.

Inglês para crianças antes dos 10 anos tendem a aperfeiçoar ainda mais sua competência comunicativa ao chegar nessa idade.

Não podemos esquecer também que é na primeira infância (até os 6 anos de idade) que há a maior criação de sinapses entre os neurônios, o que pode ser aproveitado para o aprendizado de uma segunda língua.

Vale a pena matricular crianças em escolas bilíngues?

Agora que você já sabe porque aprender inglês desde pequeno é tão importante e indicado, deve estar se perguntando se vale a pena matricular seu filho em uma escola bilíngue.

Para tirar essa dúvida, vamos listar algumas das vantagens oferecidas por esse tipo de instituição. Acompanhe abaixo!

Contato com uma maior diversidade cultural

É comum que famílias estrangeiras que moram no Brasil matriculem seus filhos em escolas internacionais. Com isso, há um maior intercâmbio cultural entre as crianças, que aprendem a conviver com as diferenças desde cedo.

Mais foco na segunda língua

As aulas de idiomas oferecidas nas escolas convencionais são incipientes para o aprendizado do inglês. A realidade das escolas internacionais é bem diferente. Nelas, a maior parte das aulas é ministrada na segunda língua.

Metodologias diferenciadas

As escolas bilingues para crianças também utilizam metodologias específicas para facilitar o aprendizado do inglês, sempre respeitando as etapas do desenvolvimento infantil.

Espaços de experimentação

Os métodos e espaços diferenciados das escolas internacionais fazem com que as crianças possam dar livre curso à sua curiosidade inata, o que facilita a absorção dos conhecimentos.

Professores estrangeiros

Muitas das escolas internacionais contam com professores estrangeiros experientes, que enriquecem a experiência de aprendizado com métodos inovadores.

Valorização do processo de aprendizagem

Ao contrário das escolas tradicionais, as instituições bilingues valorizam mais o processo de aprendizagem ativo. Os resultados são alcançados como consequência do maior envolvimento das crianças nas aulas.

Inglês infantil: o acompanhamento dos pais é importante?

Outra dúvida frequente entre os pais diz respeito ao seu papel no aprendizado do inglês para crianças.

Afinal, é necessário acompanhar e estimular as crianças também em casa, mesmo que elas já estudem em uma escola bilíngue?

“De acordo com Marcio Cohen, diretor da Escola Eleva, as crianças que estudam em escolas internacionais tendem a progredir no idioma, independentemente do fato de haver ou não um ambiente de imersão em casa.”

Contudo, Cohen sublinha que pais presentes tendem a tornar o processo de aprendizagem do inglês mais rápido e efetivo.

E, para isso, não é necessário ter proficiência no idioma. Com um inglês básico, já é possível criar um ambiente mais propício ao bilinguismo em casa.

Até mesmo os pais que nunca tiveram contato com o inglês podem contribuir para o aprendizado de seus filhos. Por exemplo, eles podem investir em filmes, desenhos, livros e músicas no idioma.

Para resumir, o que importa é aumentar ao máximo a exposição dos pequenos à segunda língua.

Aula de inglês para crianças: muito mais do que aprender um novo idioma!

Para concluir, não podemos deixar de ressaltar as vantagens que o bilinguismo proporciona na infância, para além da própria aquisição de um novo idioma.

De fato, o inglês para crianças pode estimular o desenvolvimento cognitivo das crianças e abrir um mundo de novos conhecimentos e experiências. Ademais, esse aprendizado prepara os pequenos para os desafios do mundo globalizado.

E você, já tinha conhecimento da importância do aprendizado do inglês durante a infância? Comente!

Universidades Americanas

Como ingressar em uma universidade americana?  Com certeza, trata-se de um processo muito desafiador. Porém o candidato pode contar com um fator importante: por valorizarem a diversidade,

Read More »

Inglês nas Empresas

Falar inglês é fundamental para seus colaboradores e para sua empresa Qual a importância do inglês nas empresas? Empresa bem sucedida é aquela que dá

Read More »

INTERCÂMBIO

Fazer um intercâmbio significa passar um período fora de seu país de origem ou residência, com objetivos pessoais, acadêmicos ou profissionais. Se você quer ou

Read More »